Novo fluxo de atendimento contra covid garante redução das filas nas urgências e emergências

Seis polos de triagem, testagem e primeiro atendimento dividiram a demanda e reorganizaram a rede de saúde em novo pico da pandemia

Por Redação, Agenda News - Petrópolis

Publicado em 24/01/2022 12h43

Novo fluxo de atendimento contra covid garante redução das filas nas urgências e emergências Divulgação
  Compartilhar
Continua depois da publicidade:
UNIFASE VESTIBULAR 2022.2

O primeiro dia do novo fluxo de atendimentos sobre a covid-19 em Petrópolis terminou com melhor distribuição da demanda, que aumentou nas últimas semanas. As equipes da Secretaria de Saúde monitoraram as unidades durante todo o dia e constataram que houve uma acomodação maior: as tendas para o primeiro atendimento de pessoas com sintomas leves, em locais com ventilação, fez com que as unidades de emergência – que atendem pacientes graves e atendimentos não-relacionados à covid – reduzissem a fila de espera. Um exemplo claro disso foi a UPA de Cascatinha, que chegou a ficar vazia na tarde desta sexta (21).


“A demanda por atendimento ainda é muito grande. Há muitas pessoas testando positivo e, por conseqüência, há muitas outras querendo realizar o teste, uma vez que tiveram contato com as infectadas. Isso gera uma pressão sobre todas as unidades de saúde. Por isso, organizamos este fluxo, com tendas em seis pontos, para acolher essas pessoas. Passamos o dia observando o movimento e não temos dúvidas de que a ação foi acertada”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

Neste monitoramento, Bomtempo determinou uma alteração em um dos pontos, que estava com filas maiores devido ao pouco espaço físico: a UBS do Retiro. A unidade continuará atendendo pessoas assintomáticas que tiveram contato com infectados, mas a tenda atendimento de pessoas com sintomas leves será redirecionada para o Liceu Municipal Carlos Chagas, na Avenida Barão do Rio Branco, local central e com mais espaço.


O secretário de Saúde, Marcus Curvelo, adianta que além da mudança na localização no posto do Retiro, não haverá alterações no planejamento. “É hora de muito trabalho e acompanhamento e, consequentemente, avaliação contínua dos processos de trabalho dentro desses polos. Hoje percorremos todos os espaços e ficou claro que foram os responsáveis pelo distensionamento dos atendimentos nas unidades de urgência e emergência. Separar os pacientes sintomáticos dos assintomáticos foi uma decisão acertada”, frisa Curvelo, reforçando a importância da vacinação, assim como a manutenção de todo o protocolo como uso de máscaras em locais abertos ou fechados, lavar as mãos com água e sabão ou utilizar álcool em gel, além de manter o distanciamento. 


O presidente do Sehac, Ricardo Patuléa, responsável pela administração das UPAs acompanhou a vistoria nos polos de testagens. “A ação foi extremamente exitosa, principalmente, no sentido de separar os sintomáticos dos demais atendimentos e diminuir o tensionamento das Unidades de Pronto Atendimento – UPAs que, além da COVID, atendem a outros casos emergenciais”, disse Patuléa. 


Os polos de testagem e triagem para o atendimento da covid-19, contam com tendas para atender o público e equipe com enfermagem, médico clínico e pediatra. Estes espaços funcionam nas UPAs do Centro e de Cascatinha; no Pronto-Socorro Leônidas Sampaio, no Alto da Serra; e nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do Quitandinha e Itaipava e no pátio do Liceu Carlos Chagas, no Retiro. 


Elas são destinadas para quem tem sintomas graves, como, por exemplo, falta de ar. Quem se enquadrar nesta categoria deve procurar atendimento nas três UPAs (Centro, Cascatinha e Itaipava), o Pronto-Socorro do Alto da Serra e os Serviços de Pronto-Atendimento de Pedro do Rio e da Posse. Pessoas assintomáticas que tiveram contato com infectados pela covid-19 devem procurar o primeiro atendimento na Unidade Básica de Saúde ou Posto de Saúde da Família mais próximo.

 

“Tive sintoma da covid. E agora?”

•    Pessoas assintomáticas que tiveram contatos com infectados devem procurar o Posto de Saúde da Família (PSF) ou a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima;

•    Pessoas com sintomas leves podem procurar seis polos de testagem e atendimento: UPAs Centro e Cascatinha, UBS Itaipava, Liceu Carlos Chagas, UBS Quitandinha e Pronto-Socorro Leônidas Sampaio (Alto da Serra). Todos estes locais terão tendas montadas para atender à maior demanda. Lá, o paciente passará por triagem e fará o teste rápido de swab (antígeno). A pessoa será atendida por um médico (cada polo terá um clínico e um pediatra) para avaliação primária, prescrição de medicamento e, caso necessário, atestado de afastamento.

•    Pessoas com sintomas graves (como, por exemplo, falta de ar) devem procurar pronto-atendimento nas três UPAs (Centro, Cascatinha e Itaipava), Pronto Socorro Leônidas Sampaio (Alto da Serra) e os Serviços de Pronto-Atendimento (SPA) da Posse e de Pedro do Rio.



Gostou desta publicação?

Continue nos acompanhando nas mídias sociais e confira muitos outros conteúdos exclusivos feitos para você! Estamos no Instagram, no Facebook e no YouTube! Agenda News é mais notícia e informação, sempre com você na sua mão.



Continua depois da publicidade:
UNIFASE VESTIBULAR 2022.2